Entrevistas

Restaurante Inácia lança menu ítalo-peruano a quatro mãos

A gastronomia é assinada pelo chef da casa, o peruano Jhon Ccolque, e pelo chef italiano Giacomo Campodonico

 

Do dia 18 de fevereiro a 13 de março o restaurante Inácia vai oferecer para almoço e jantar um menu ítalo-peruano exclusivo! A gastronomia será preparada a quatro mãos pelo chef da casa, o peruano Jhon Ccolque, e pelo chef italiano Giacomo Campodonico, natural de uma família de cozinheiros da Ligúria, região italiana localizada a 350 km de Roma. "A proposta é proporcionar aos nossos clientes uma experiência gastronômica única e inusitada, que vai reunir o melhor da cozinha peruana e italiana", conta o empresário à frente da casa, Luis Carlos Alcoforado.

 

Foram vários testes até os chefs Jhon e Giacomo chegarem às degustações que trazem sugestões peruanas, italianas e pratos que mesclam as duas culinárias. O menu poderá ser de nove ou três etapas, com opção de harmonização. De entradas, Tartar de salmão e quinoa cozida temperado com limão, azeite de oliva e abacate, Torta frita (massa fresca frita) com presunto de Parma cortado na ponta da faca e Sopressata di polvô (polvo cozido e laminado ao molho de physalis com toque de pimenta).

 


Sopressata di polvô

 

Para o prato principal, os chefs vão servir Lomo saltado (filé-mignon cortado em cubos temperado com cebola-roxa, tomate acompanhado de batata rústica e molho escuro), Massa (pansoti) recheada de espinafre acompanhada de molho de nozes e queijo ricota da roça e Risoto de frutos do mar com ervas finas. Finalizando a refeição, sobremesas de Picarones peruanos (massa de batata-doce e abobrinha japonesa frita com mel), Meringa italiana (merengue recheado com chantili e chocolate) e Millefoglie (massa folhada crocante com sorvete de coco).

 


O chef Giacomo Campodonico é formado pela Escola Internacional de Comida Italiana (Alma), em Parma, e passou pelas cozinhas dos restaurantes do Hotel Splendido, de Portofino, e Zefferino, de Genova. Atualmente comanda a gastronomia da trattotia Ulivo, em Barassi. Já o chef Jhon Ccolque é natural de Cuzco (Peru), berço da civilização Inca. Ele teve a cozinha de sua mãe como ponto de partida para despertar o interesse em seguir na gastronomia. Ccolque é formado pela Universidade Particular Ambrosia onde optou pelo curso de chef profissional e tem em seu currículo os restaurantes Dom Antônio, em Cuzco, o renomado Cicciolina, Chicha, do mundialmente reconhecido chef Gastón Acurio. Fez ainda estágio no Central, com o chef Virgílio Martínez, eleito o melhor da América Latina pelo 50th Best e quarto melhor do mundo pela mesma premiação. Em 2014 Jhon veio para o Brasil, onde passou por casas em Salvador antes de decidir vir para Brasília, onde passou pelo Taypá, e atualmente comanda a cozinha do restaurante Inácia.

 

O menu em nove etapas custa R$ 250 com harmonização e R$ 180 sem harmonização. Já a opção em três etapas é R$ 150 com harmonização e R$ 100 sem harmonização. O restaurante Inácia está localizado na CLS 103, na Asa Sul, em um aconchegante espaço que acomoda até 80 pessoas. As pinturas, obras de arte e os tapetes persas dão o tom charmoso do local, que ainda conta com uma agradável varanda sob a sombra de uma antiga mangueira. A casa funciona de segunda a sábado de 12h às 23h e aos domingos de 12h às 16h. Reservas e mais informações pelo número (61) 3225-4006.

 

MENU ÍTALO-PERUANO NO INÁCIA

Entradas
Tartar de salmão e quinoa cozida temperado com limão, azeite de oliva e abacate
Torta frita (massa fresca frita) com presunto de Parma cortado na ponta da faca
Sopressata di polvô (polvo cozido e laminado ao molho de physalis com toque de pimenta)
Harmonização: Charles Duret

Principais
Lomo saltado (filé-mignon cortado em cubos temperado com cebola-roxa, tomate acompanhado de batata rústica e molho escuro)
Massa (pansoti) recheada de espinafre fresco acompanhada de molho de nozes e queijo ricota da roça
Risoto de frutos do mar com ervas finas
Harmonização: Burlesque 100% Zinfandel

Sobremesas
Picarones peruanos (massa de batata-doce e abobrinha japonesa frita com mel)
Meringa italiana (merengue recheado com chantili e chocolate)
Millefoglie (massa folhada crocante com sorvete de coco)
Harmonização: Moscatel do Douro


MENU ÍTALO-PERUANO NO INÁCIA
Valor: Nove etapas - R$ 250 com harmonização e R$ 180 sem harmonização. Três etapas - R$ 150 com harmonização e R$ 100 sem harmonização.
Local: Restaurante Inácia
Endereço: CLS 103 Sul, Asa Sul, Bloco B Loja 34
Telefone: (61) 3225-4006
Horário de funcionamento: De segunda a sábado de 12h às 23h e aos domingos de 12h às 16h
facebook.com/InaciaPouletRotiOficial - @inaciabsb

Postado em 17/02/2016 às 10:15

Baco lança pizza com fior di latte

A redonda custa R$ 59 e vai estar no cardápio da casa enquanto durarem os ingredientes

 

Em fevereiro a pizzaria Baco está com uma novidade! A casa do chef e pizzaiolo Gil Guimarães vai oferecer a exclusiva pizza de "Fior di latte & Due Pomodoro". A redonda é feita com fior di latte, mozzarella típica italiana desenvolvida em parceria com um produtor artesanal, além de ingredientes como o tomate Giallo, tomate Sweet Grapes produzidos na fazenda Silvander em Corumbá de Goiás, parmesão, basílico, azeite e flor de sal. "A verdadeira Fior di latte italiana é um produto delicado, saboroso e ainda desconhecido no país", afirma Guimarães.



Para chegar ao ponto ideal da mozzarella, foram cerca de dois meses de pesquisas, conversas e testes. "Seguimos todos os conceitos pra fazer o melhor produto, desde a forma de filar ao controle de temperatura", conta Gil. Segundo o pizzaiolo, para ser original o produto deve estar sempre fresco. "O tempo de duração entre a ordenha do leite e o consumo final é de no máximo cinco dias", explica.

 

Fior di latte & Due Pomodoro

 

A pizza é feita com a massa Vera Pizza Napoletana, que possui receita artesanal de sabor único e faz parte da dieta mediterrânea, com baixo teor calórico, bordas aeradas e ao mesmo tempo crocantes, e meio fino com delicioso perfume de pão fresco. A casa de Gil Guimarães é a única de Brasília que faz parte do seleto grupo da "Associazione Verace Pizza Napoletana", que tem como objetivo preservar a tradição da verdadeira pizza de Nápoles, na Itália.



A "Fior di latte & Due Pomodoro" custa R$ 59 e vai estar disponível no cardápio do Baco enquanto durarem os ingredientes. A casa possui duas unidades em Brasília, com endereços na 408 Sul e 309 Norte, além de trabalhar com serviço de entregas para a Asa Norte, Asa Sul, Lago Norte, Lago Sul, Noroeste e Sudoeste. Confira mais informações pelo site www.bacopizzaria.com.br.

 

BACO PIZZARIA - ASA SUL
End.: SHCS 408 Bloco C Loja 35 Asa Sul
Tel.: (61) 3244-2292
Horário de funcionamento: 18h à 1h
www.bacopizzaria.com.br


BACO PIZZARIA - ASA NORTE
End.: CLN 309 Bloco A Loja 30/40 Asa Norte
Tel.: (61) 3274-8600
Horário de funcionamento: 18h à 1h
www.bacopizzaria.com.br
 

Postado em 15/02/2016 às 08:22

Liquidação Verão Congelado na Kaza Chique oferece descontos de até 60%

A promoção é válida até o dia 31 de março para itens selecionados de marcas nacionais e internacionais

 

Começou na Kaza Chique a Campanha Liquidação Verão Congelado! Até o dia 31 de março ou até acabarem os estoques, o showroom na 102 Norte está com descontos de 10% a 60% em produtos selecionados. O espaço oferece descontos nos mais variados itens entre presentes, objetos e equipamentos para casa e cozinha de marcas nacionais e internacionais. "Trabalhamos apenas com produtos de primeira, que agora podem ser adquiridos por valores bem mais acessíveis", conta Mariana Rollemberg, empresária à frente da Kaza Chique.
 

Os produtos são voltados para um público variado entre amantes de gastronomia, donas de casa e gourmets. Segundo Mariana, os mais procurados são os acessórios e utensílios básicos como panelas, vasilhas e itens para presente. Destaque para a tigela para mistura branca (de R$ 55 por R$ 39), o pote retrátil com duas divisórias redondo com tampa (de R$ 65 por R$ 29), a taça acrílica do Batman Shadown azul (de R$ 49 por R$ 33); a forma de silicone para seis cupcakes em formato de coração (de R$ 30 por R$ 19) e o conjunto de facas com 10 peças Athus Color (de R$ 65 por R$ 59).

 


Quem procura itens para servir pode comprar o jogo de seis taças para champanhe da Ambar (de R$ 144 por R$ 86,40), abridor de vinhos (de R$ 229 por R$ 205), taça Bohemia Cerveja Confraria de 430 ml (de R$ 25 por R$ 15) e a Cervejeira frigobar com porta metálica e vidro de 110 litros (de R$ 2.299 por R$ 2.069).

 

A promoção também é uma excelente oportunidade para aqueles que querem dar uma renovada na cozinha! Vale a pena investir no jogo de panelas de aço inox Rotonda de cerâmica (de R$ 1.119 por R$ 889), frigideira de Aço Inox Rotonda de Cerâmica 20 cm (de R$ 255 por R$ 199), e a de aço inox profissional 30 cm (de R$ 275 por R$ 195). Destaque ainda para o amassador de batatas utilitá preto (de R$ 28 por R$ 25), pilão de mármore para temperos (de R$ 95 por R$ 75), cupcake maker cadence cup (de R$ 109 por R$ 96), mixer da Oster de 220v 3 em 1 com batedor de claras (de R$ 209 por R$ 188,10) e máquina de gelo com display digital de funções (de R$ 2.371 por R$ 1.899).
 

O showroom está localizado na quadra 102 norte, onde funciona de segunda a sexta-feira das 09h às 20h e aos sábados das 09h às 18h30. Mais informações pelos números (61) 3032-8002, (61) 3273-8004 e (61) 8410-8004. Confira também os produtos disponíveis na loja online pelo site www.kazachique.com.br.

 

KAZA CHIQUE
Endereço: SCLN 102 Bloco D lojas 18/34 - Brasília/DF
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira das 09h às 20h / Sábado das 09h às 18h30
Tel: (61)3032-8002 / 3273-8004 / 8410-8004
Loja online: www.kazachique.com.br
facebook.com/kazachique / @kazachique / loja@kazachique.com.br

Postado em 28/01/2016 às 09:26

Kaza Chique oferece cursos profissionalizantes para quem quer se destacar no mercado de trabalho

As aulas de "Cozinheiro: Forno e Fogão" e Fogão e de "Confeiteiro Profissional" também são excelentes opções para gourmets e amantes da gastronomia

 

Hoje em dia não basta ser bom para se destacar no mercado de trabalho, é preciso ser o melhor! Pensando nisso, a Kaza Chique vai oferecer a partir de fevereiro os cursos profissionalizantes de "Cozinheiro: Forno e Fogão" e Fogão e de "Confeiteiro Profissional". Serão três meses de aulas com chefs e instrutores renomados que vão ensinar todas as técnicas culinárias necessárias para formar os melhores profissionais da cozinha. Os cursos da escola de gastronomia se destacam na Capital Federal por serem mais rápidos que os cursos tecnológicos oferecidos atualmente na cidade, além de mais acessíveis financeiramente. "São também excelentes opções para gourmets e amantes da gastronomia", afirma Mariana Rollemberg, gestora e empresária à frente da empresa.

 


Sala de aula da Kaza Chique

 

As aulas do curso de "Cozinheiro: Forno e Fogão" serão ministradas pelos chefs instrutores Ana Paula Mota, Anderson Yotsumoto, Diego Koppe, Gabriela Andrade, Renata Miranda, Rory Filho e Sérgio Raffaelli. Os inscritos irão aprender matérias básicas, como higiene e manipulações na cozinha, técnicas de corte e práticas de produção; e conteúdos avançados, como formas de cocção de diferentes tipos de carnes, peixes e frutos do mar. Os molhos, temperos e acompanhamentos serão vistos em todas as aulas de forma criativa, com execução de preparos clássicos e contemporâneos. Além disso, terão o conhecimento dos utensílios, ficha técnica e tudo que engloba um excelente funcionamento para uma criação de pratos formidáveis. As aulas começam no dia 22 de fevereiro e serão encerradas em 01 de junho com encontros na segunda e quarta-feira das 14h às 17h ou das 19h às 22h.

 


Cursos profissionalizantes Kaza Chique

 

Já o curso para "Confeiteiro Profissional" vai abordar de forma didática e prática as técnicas clássicas e modernas utilizadas para o preparo e a montagem de diversos doces e sobremesas. Os alunos vão aprender variações de massas, recheios, coberturas, decoração e apresentação de preparos clássicos, brasileiros e internacionais. As aulas serão realizadas pelos chefs instrutores Anderson Yotsumoto, Dominique Ganster, Fabien Helleu, Luciana Sampaio e Renata Miranda. Os encontros vão do dia 15 de fevereiro a 09 de maio na segunda e terça-feira das 14h às 17h ou 19h às 22h.

 

O investimento para os cursos de "Confeiteiro Profissional" e de "Cozinheiro: Forno e Fogão" na Kaza Chique é de R$ 4.470,00, valor que pode ser parcelado em até seis vezes de R$ 745,00 sem juros no cheque ou cartão de crédito. Os alunos que efetuarem a matrícula antecipada (curso de Confeitaria matrícula antecipada até 01/02 e Cozinheiro até 07/02) irão ganhar uma Frigideira Rotonda Tramontina + Espátula Brinox + dólmã ou um Curso de Capacitação Residencial Completo + dólmã. Matrículas e mais informações pelo site www.kazachique.com.br ou pelos números (61) 3032-8002, (61) 3273-8004 e (61) 8410-8004.

 

KAZA CHIQUE
Endereço: SCLN 102 Bloco D lojas 18/34 - Brasília/DF
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira das 09h às 20h / Sábado das 09h às 18h30
Tel.: (61)3032-8002 / 3273-8004 / 8410-8004
www.kazachique.com.br / cursos@kazachique.com.br
@kazachique / facebook.com/kazachique

Postado em 25/01/2016 às 08:50

Abrasel DF aponta que 14 mil trabalhadores de bares e restaurantes foram demitidos em 2015

Um dos principais motivos dos cortes foi a insegurança dos empresários com a situação atual do DF, o que tem levado muitos a não só demitir funcionários como também fechar seus estabelecimentos

 

Pesquisa realizada pela Abrasel DF (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) aponta que em 2015 as empresas do setor de alimentação fora do lar em Brasília tiveram que demitir 14.298 trabalhadores. Um dos principais motivos dos cortes foi a insegurança dos empresários com a situação atual do DF, o que tem levado muitos a não só demitir funcionários como também fechar seus estabelecimentos. "Estamos vivendo um momento de aumento dos impostos e taxas, alta da inflação e recuo das vendas do setor. Para agravar ainda mais o cenário, temos que lidar também com fiscalizações ostensivas e de critérios aleatórios de órgãos do GDF que geram multas e muitas vezes inviabilizam a empresa de manter suas portas abertas", explica Rodrigo Freire, presidente da Arasel/DF. O setor hoje emprega cerca de 100 mil pessoas no DF e é um dos mais importantes para a economia do país, ultrapassando inclusive a construção civil. No ano passado, várias casas famosas e tradicionais em Brasília fecharam suas portas por conta desses problemas ou tiveram que reduzir suas atividades, gerando aumento do desemprego na Capital Federal.
 

 

Uma das maiores reclamações dos empresários donos de bares e restaurantes do DF são as fiscalizações feitas pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram) com base na Lei do Silêncio. Recentemente, um dos bares mais tradicionais de Brasília, com mais de 50 anos de existência, recebeu uma multa de quase R$ 8.000 devido ao volume da conversa de seus clientes nas mesas, ressaltando que a casa não possui música ao vivo e nem sistema de som ambiente. A Lei que os fiscais do Ibram se baseiam é a n˚4.092/2008, que entrou em vigor em 2012 e define que o volume provocado por atividades em área mista com vocação comercial seja de, no máximo, 60 decibéis durante o dia e de 55db a noite em ambientes externos. "É importante dizer que seria preciso ter mais clareza para aferição do que realmente é ruído de um determinado comércio e o que é ruído de fundo", comenta o presidente da Abrasel DF se referindo à diferença entre os volumes medidos no estabelecimento e do barulho da própria rua. Em alguns casos, somente o barulho da rua já seria suficiente para extrapolar os índices citados pela Lei.
 


 

 

Os níveis propostos na Lei 4.092, que é de 2008, estão defasados e afetando não só bares e restaurantes de Brasília mas também outros estabelecimentos como igrejas, instituições religiosas e até escolas, devido ao ruído das crianças durante as aulas de educação física ou no recreio. De acordo com o art.27 da própria Lei, a cada dois anos estes patamares máximos de volume deveriam ser revistos, mas até hoje essas mudanças não aconteceram. "Não estamos reivindicando aumentar o volume de som/ruído, mas apenas adequar a uma realidade aplicável à atualidade de Brasília, pois o limite atual é inviável", diz Rodrigo Freire.

 

Para a Abrasel/DF, o que o setor precisa neste momento de crise do país é de mais segurança e apoio do GDF para seguirem empregando trabalhadores. "Brasília é uma cidade viva! Temos que celebrar isso nas ruas. É importante lembrar que bares e restaurantes trazem mais vida e segurança para as quadras do Plano Piloto", afirma Freire.
 

ABRASEL DF

SCRN 706/707 BLOCO G LOJA 13 - Sobreloja - Asa Norte - Brasília/DF. (61) 3964-5509
www.df.abrasel.com.br

Postado em 21/01/2016 às 09:04

Boa Lembrança apresenta novos integrantes do seleto grupo de restaurantes

Beijupirá (Olinda/PE), Girassol (Palmeira/PR), Domus Itálica (Vila Velha/ES), Donna Jô (Búzios/RJ), Favorito Comida Típica (Teresina/PI), Universal Diner (Brasília/DF) e Varanda (Fernando de Noronha/PE) agora fazem parte da BL

 

Os restaurantes Beijupirá (Olinda/PE), Girassol (Palmeira/PR), Domus Itálica (Vila Velha/ES), Donna Jô (Búzios/RJ), Favorito Comida Típica (Teresina/PI), Universal Diner (Brasília/DF) e Varanda (Fernando de Noronha/PE) são os novos integrantes do seleto grupo da Boa Lembrança! As casas se diferenciam pela qualidade de sua cozinha e ambientes charmosos que deixam na memória emoções inesquecíveis! "Os restaurantes possuem todos os pré-requisitos para fazer parte da BL! Eles exalam o amor à gastronomia com seus chefs criativos e inovadores, sempre trabalhando com muito carinho e demonstrando o cuidado com os ingredientes", afirma o diretor presidente da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, André Generoso.


A partir de janeiro deste ano, as casas vão poder oferecer a seus clientes o tradicional Prato da Boa Lembrança. O mimo é uma recordação exclusiva, pintada à mão, alegre e inspirada na receita da BL que o cliente provou. Além disso, os novos integrantes vão poder participar de Festivais Gastronômicos, intercâmbio de chefs e parcerias institucionais.


Agora são 96 restaurantes associados presentes em todas as regiões brasileiras, oferecendo uma gastronomia que vai desde o italiano ao japonês, com especialidades internacionais e também importantes representantes da cozinha regional do Brasil. Desta maneira, a BL ajuda a promover a gastronomia brasileira dentro e fora do país agregando aos ingredientes nacionais técnicas e tradições de suas regiões de origem, e ajudando também o brasileiro a se reconhecer e se orgulhar através de sua cultura gastronômica.



No site da Boa Lembrança (www.boalembranca.com.br) você encontra um guia gastronômico completo com todas as informações, notícias, fotos e a relação de pratos lançados pelos restaurantes!

 

SAIBA MAIS SOBRE OS NOVOS RESTAURANTES DA BOA LEMBRANÇA!



Beijupirá (Olinda/PE)
Esta é a terceira filial Beijupirá a ingressar na Boa Lembrança! Além dos empreendimentos em Porto de Galinhas e Carneiros, a casa de Olinda passa a fazer parte do seleto grupo de restaurantes. O grande diferencial do espaço é sua decoração clean que privilegia a paisagem dos telhados, casarios e coqueirais da cidade alta. Para ter acesso ao estabelecimento, um bondinho leva o cliente pela encosta do terreno íngreme da Pousada do Amparo, num dos pontos turísticos mais charmosos do Nordeste. No cardápio, uma grande variedade de peixes, camarão, lagosta, vôngoles e polvo.



Girassol (Palmeira/PR)
Fundado em 30 de julho de 1982, o Girassol já passou por três gerações da família. Hoje o restaurante é considerado parada obrigatória de todos os que transitam entre Curitiba e o interior do Paraná. A casa é tradicional no município de Palmeira, onde serve lanches, pizzas, sobremesas e, principalmente, a sua famosa carne na chapa com polenta brustolada.



Domus Itálica (Vila Velha/ES)
Especializado na culinária italiana mediterrânea, o Domus Itálica disponibiliza a seus clientes uma boa diversidade de massas com molhos tipicamente italianos. Um dos principais ingredientes que torna o Domus o refúgio favorito de muitos que visitam o Espírito Santo é o seu ambiente harmonioso e aconchegante. A casa é comandada pelo chef Assis Teixeira, responsável pela criatividade e toque que dá ao Domus Itálica sua característica mais marcante e comentada: o sabor.



Donna Jô (Búzios/RJ)
Construído sobre área de mangue preservado, o Donna Jô fica localizado no Porto da Barra, que reúne também lojas charmosas e espaços culturais ao lado da Colônia de Pescadores de Manguinhos, tradicional mercado de peixe de Búzios, em uma área de 14 mil metros quadrados de muito verde, em frente ao mar. A chef Joana Gallo é a responsável pela cozinha da casa, que oferece uma boa mistura da culinária brasileira com a contemporânea, sob grande influência da gastronomia italiana.



Favorito Comida Típica (Teresina/PI)
O restaurante Favorito Comida Típica tem um conceito mais arrojado, quando se trata de culinária. A casa apresenta o melhor da tipicidade piauiense, incorporando ao seu cardápio pratos à base de capote (galinha d´angola), galinha caipira, carneiro, lingüiça caseira, peixes e frutos do mar. O ambiente é também decorado por peças de artesãos locais, tendo o capote como motivo central. A sua clientela é formada geralmente por famílias que fazem suas refeições em grupo, além de atingir os turistas em visita a Teresina.



Universal Diner (Brasília/DF)
Este ano o brasiliense Universal Diner volta a fazer parte da Boa Lembrança! Inaugurado em 1997 na 210 Sul, o restaurante é um marco na gastronomia da Capital Federal. Comandado pela chef Mara Alcamim, há quase 18 anos, mantém-se como um dos endereços mais badalados de Brasília, famoso pelo ambiente divertido e irreverente. Do bar, logo na entrada, até a loja de vinhos e jardim, passando pelo piso superior, o restaurante é uma festa desde a hora em que abre até o fechamento. A cozinha criativa da chef tem como características os temperos marcantes e mesclas inesperadas de sabores. Apaixonada pela culinária brasileira, ela combina ingredientes nacionais com clássicos da gastronomia internacional.



Varanda (Fernando de Noronha/PE)
O restaurante Varanda é referência na gastronomia de Fernando de Noronha e do Brasil! Seu ambiente agradável oferece uma bela vista para os inúmeros tons de azul do mar de fora, emoldurados pelo verde da vegetação da ilha. O salão é todo construído em madeira, com decoração em tons terrosos. A casa é comandada pelo chef Auricélio Romão e recebe com frequência celebridades de todo o Brasil.



BOA LEMBRANÇA
Rua Lorena, 174, Jardim São Paulo , Recife-PE,
CEP: 50790-030 - Tel: (81) 3252-4121
Telefone secretaria: (82) 3025-1881
E-mail: secretaria@boalembranca.com.br
Site: www.boalembranca.com.br
facebook.com/boalembranca - @boalembranca

Postado em 21/01/2016 às 08:59

Parrilla Madrid inaugura novo cardápio especializado em hambúrgueres de autor

A proposta é oferecer uma cozinha despojada com ingredientes exclusivos e bem selecionados, resultado do sucesso do "Calçadão do Parrilla"

 

O ano está começando com novidades gastronômicas no Parrilla Madrid! A casa vai inaugurar nesta quinta-feira, dia 14 de janeiro, o seu novo cardápio especializado em hambúrgueres totalmente artesanais desenvolvidos pelo chef Gil Guimarães. A proposta é oferecer uma cozinha despojada com ingredientes exclusivos e bem selecionados, resultado do sucesso do "Calçadão do Parrilla". "O retorno positivo do público se uniu à minha vontade de fazer uma gastronomia mais descontraída com ingredientes bem selecionados e uma receita singular", explica Guimarães.

 

Os grandes diferenciais da casa em Brasília serão os ingredientes confeccionados de forma totalmente artesanal. A começar pelo suculento hambúrguer com receita criada no próprio restaurante. "Foram cerca de três meses de testes até chegarmos ao blend final, com hambúrguer desenvolvido especialmente para a parrilla com uma carne 100% black angus moída diariamente na casa", conta o empresário.

 

Rafael Lobo / Zoltar Design

JackBurger (hambúrguer, creme de ricota, Jack Daniel’s Blend de whiskey)


 

Acompanhando o hambúrguer, um brioche leve e macio preparado no restaurante promete sugar os molhos e o suco da carne. O bacon artesanal produzido a partir da barriga de porco caipira foi desenvolvido em parceria com a Dom Porco, e o queijo Meia Cura vem diretamente da Serra do Salitre/MG, do Cruzeiro da Fortaleza. Além disso, os picles de pepino são feitos na casa, e os molhos de Jack Daniel’s, Goiabada Picante e Chipotle Azteca foram desenvolvidos em parceria com a Cornucópia Pimentas, que também fornece os picles de jalapeño.

 

 

Rafael Lobo / Zoltar Design
Brioche Hermano com sorvete de creme e calda de doce 

 

No novo cardápio do Parrilla Madrid o cliente vai poder montar o hambúrguer ou escolher entre as oito opções da casa. Destaque para o ParrillaBurguer, carro chefe do restaurante com hambúrguer, queijo da canastra, cebola caramelizada e molho aioli (R$ 27). O chef recomenda ainda o adicional de bacon (R$ 3). A casa oferece também o JackBurger (hambúrguer, creme de ricota, Jack Daniel’s Blend de whiskey e cebola caramelizada, R$ 29); o JulietaBurger (hambúrguer, bacon artesanal e goiabada picante, R$ 29); o VeganBurger (hambúrguer de grão de bico e verduras (140g), cebola grelhada, alface, tomate e molho barbecue, R$ 27); Gorgonzola BaconBurger (hambúrguer, queijo gorgonzola, dose extra de bacon e molho aioli, R$ 29); ChipotleBurger (hambúrguer, queijo cheddar, cebola caramelizada e Chipotle Azteca, R$ 29) e o The BigBurger (hambúrguer, queijo cheddar, bacon, picles, cebola grelhada, tomate, alface, molho barbecue da casa e aioli de mostarda, R$ 35).

 

O lanche fica ainda mais completo com as fritas de batata roxa Asterix, mais sequinhas e ideais para fritar, que podem ser servidas com sal e páprica, alho ou alecrim (R$ 12). De sobremesa, o Brioche ChocoBacon traz sorvete de chocolate e bacon (R$ 17) e o Brioche Hermano traz a deliciosa combinação de sorvete de creme e calda de doce de leite argentino (R$ 16). Para acompanhar, a carta de bebidas oferece diversas opções de cervejas artesanais, como a brasiliense Corina, além dos refrescantes Clericot, Aperol Spritz e a sangria de vinho tinto. Destaque para o Sunset, feito com vinho branco, licor limoncello, soda limonada, uvas verdes e hortelã.

 

Rafael Lobo / Zoltar Design

Fritas de batata roxa Asterix

 

O Parrilla Madrid está localizado na quadra 408 Sul, onde funciona de terça a domingo das 18h às 00h30, sendo que na quinta, sexta e sábado o horário é estendido até 1h. Sábados e domingos para almoço de 12h às 17h. Reservas e mais informações pelo número (61) 3443-0698.

 

PARRILLA MADRID
Endereço: SCS 408 bloco D Loja 01 - Asa Sul
Telefone: (61) 3443-0698
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 18h às 00h30, sendo que na quinta, sexta e sábado o horário é estendido até 1h. Sábados e domingos para almoço de 12h às 17h
www.parrillamadrid.com.br

Postado em 14/01/2016 às 13:46

Disco Xepa mobiliza brasilienses pelo combate ao desperdício de alimentos

Você sabia que 3,4 milhões de brasileiros estão em situação de insegurança alimentar? É o que aponta o relatório da FAO, das Nações Unidas. O estudo também revela que 1/3 dos alimentos produzidos em escala mundial é desperdiçado. Esse desperdício não se limita apenas aos produtos. Podemos colocar na conta gastos como energia, água, mão de obra e descarte. 

E como você pode ajudar a minimizar esse problema? Uma boa oportunidade é participar como voluntário do nosso Disco Xepa, evento do Slow Food onde os alimentos que seriam descartados se transformam em protagonistas de pratos super criativos dos nossos cozinheiros! 

Separe seu avental e estimule sua criatividade entre as panelas! Vamos provar que os alimentos da xepa têm potencial de sobra! Interessado? Mande um e-mail para cerrado@slowfoodbrasil.com 

Fique de olho em nossa página. Em breve divulgaremos as atrações desse dia dedicado ao combate de um dos principais problemas mundiais: o desperdício de alimentos.

Aproveite e curta a página oficial de nossos convívios no DF: 
Slow Food Cerrado - https://www.facebook.com/SlowFoodCerrado/?fref=ts

Slow Food Buriti - https://www.facebook.com/slowfoodburiti/?fref=ts

 



ATIVIDADES

PALESTRA
Chef Agenor Maia (Olivae)
Palestra “O Cerrado e o Contemporâneo”, às 10h, no auditório do Mercado de Agricultura Familiar. Entrada franca mediante a inscrição pelo e-mail cerrado@slowfoodbrasil.comaté dia 11/12 (sexta-feira)

 

FEIRA DE PRODUTORES 
Cornucópia Pimentas: molhos de pimenta, geleias e chutneys 
Do Cerrado: licores e doces com frutos do Cerrado. Papéis artesanais. 
Queijaria Alpina: queijos fabricados com técnica suíça 
Raízes da Terra: biscoitos e molhos pestos 
FOODTRUCKS
Corina Cervejas Artesanais 
Gustrô Foodtruck

INFANTIS 
Barca das Letras 
O palhaço Ribeirinho vai recolher doações de livros infantis e fazer atividades lúdicas com a criançada envolvendo pintura e literatura.

Oficina de culinária 
A chef Alessandra Brant utiliza os ingredientes da xepa para estimular pequenos cozinheiros entre as panelas a partir das 10h. Ingressos podem ser adquiridos no dia do evento a R$ 15.

 

SOBRE O SLOW FOOD
Fundado por Carlo Petrini em 1986, o Slow Food se tornou uma associação internacional sem fins lucrativos em 1989. Atualmente conta com mais de 100.000 membros e tem escritórios na Itália, Alemanha, Suíça, Estados Unidos, França, Japão e Reino Unido, e apoiadores em 150 países.

O princípio básico do movimento é o direito ao prazer da alimentação, utilizando produtos artesanais de qualidade especial, produzidos de forma que respeite tanto o meio ambiente quanto as pessoas responsáveis pela produção, os produtores. O Slow Food opõe-se à tendência de padronização do alimento no Mundo, e defende a necessidade de que os consumidores estejam bem informados, se tornando co-produtores.

Através dos seus conhecimentos gastronômicos relacionados com a política, a agricultura e o ambiente, o Slow Food tornou-se uma voz ativa na agricultura e na ecologia. O Slow Food conjuga o prazer e a alimentação com consciência e responsabilidade. As atividades da associação visam defender a biodiversidade na cadeia de distribuição alimentar, difundir a educação do gosto, e aproximar os produtores de consumidores de alimentos especiais através de eventos e iniciativas.

 

 

Coordenação Geral Disco Xepa

Realização:Slow Food Cerrado

Co-realização:Slow Food Buriti, Slow Food João de Barro  

E-mail:cerrado@slowfoodbrasil.com

Sites:www.slowfoodcerrado.org.br/ www.slowfoodbrasil.com

Mídias Sociais
Twitter:
@slowfoodcerrado
Instagram: @slowfoodcerrado
Facebook: facebook.com/slowfoodcerrado

Apoio Institucional:CEASA, Emater, GDF e Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural.  

Postado em 10/12/2015 às 13:25

Simon Lau Smørrebrød oferece piqueniques no Jardim Botânico de Brasília

Feitas de madeira reciclada, as cestas são entregues com pano para forrar a grama, além de pratos, talheres e taças

 

O chef Simon Lau está oferecendo piqueniques aos sábados e domingos no Jardim Botânico de Brasília! Agora quem passar pela sua casa especializada em smørrebrød vai poder degustar os típicos sanduíches abertos assinados pelo chef dinamarquês enquanto apreciam a bela natureza. "A ideia é oferecer uma experiência gastronômica única, enriquecida pelas belas paisagens e pela paz que o contato com a natureza proporciona", explica Simon Lau. Feitas de madeira reciclada, as cestas serão entregues com pano para forrar a grama, além de pratos, talheres e taças. A gastronomia é personalizada e os clientes podem escolher entre os diferentes smørrebrød do cardápio, que são entregues embalados em caixas próprias, além das sobremesas, espumantes e demais bebidas que desejarem.

 

O restaurante está localizado no Jardim Botânico, em um verdadeiro oásis rodeado por um lago e diversas espécies de plantas do cerrado. Lá os clientes possuem várias opções para piquenique no chão, além de mesinhas e cadeiras rústicas feitas de troncos de árvores, os pergolados espalhados pelo belo jardim e os redários para descanso. "O único barulho é o dos pássaros, que cantam enquanto voam de um lado para outro. O espaço é poesia pura. Possui um charme único e rústico, como uma fazenda goiana no meio da Capital Federal", conta Simon.

 

Durante o piquenique, os clientes vão poder provar diferentes tipos de smørrebrød ao ar livre. Apesar de ainda causarem certa estranheza pelo nome, smørrebrød (leia-se smorbrot) pode ser traduzido como pão com manteiga e nada mais é do que um sanduíche tradicional na Dinamarca. Na nova casa de Simon Lau em Brasília, os smørrebrød trazem receitas exclusivas do chef que mesclam ingredientes nórdicos e brasileiros. Estão disponíveis desde o clássico gravad lax, camarão aquavit, salmão defumado a frio e o boeuf tartar com guariroba do cerrado, quanto opções vegetarianas como o smørrebrød de batata com maionese artesanal de tucupi e o de avocado com cebola roxa e couve marinada com limão siciliano. Os preços vão de R$15 a R$30, e o valor final da cesta vai variar de acordo com o pedido de cada cliente.
 

Aqueles que pedirem pelo café Sollo especial da casa, preparado com grãos da Fazenda Jatobá, de Patrocínio- MG, irão receber a bebida em mini garrafas térmicas estilizadas, próprias para manter a temperatura durante o passeio. Para acompanhar, a dica do chef é esperar pelas rosquinhas de canela e cardamomo. "Elas saem do forno de hora em hora, bem quentinhas, saborosas e com um cheiro irresistível que toma conta da casa", afirma.

 

Kristine Cardoso

Simon Lau Smørrebrød


 

O Simon Lau Smørrebrød trabalha apenas com materiais sustentáveis e recicláveis nas cestas de piquenique. A casa não utiliza descartáveis no intuito de reduzir a quantidade de lixo pelo Jardim Botânico. Por este motivo, as cestas serão de responsabilidade dos clientes, que deverão devolvê-las exatamente como receberam ao final do passeio. Para garantir este cuidado, as cestas serão entregues apenas mediante caução no valor de R$ 100, que poderá ser feito por meio de cheque, dinheiro ou cartão.

 

A casa funciona aos sábados e domingos de 12h às 17h no Jardim Botânico de Brasília (JBB). Para chegar, entre na subida da QI 23. A entrada principal do parque encontra-se depois do segundo balão, primeira entrada à direita. Lá dentro, siga a sinalização até Casa de Chá. O JBB cobra R$2 de entrada por pessoa. Mais informações pelo número (61) 3366-4686 ou pelo site www.simonlau.com.br.



SIMON LAU SMØRREBRØD
Local: Jardim Botânico de Brasília, Lago Sul
Endereço: SMDB - Área Especial - Brasília, DF 71
Telefone: (61) 3366-4686
Horário de funcionamento: Sábado e domingo de 12h às 17h
Site: www.simonlau.com.br

Postado em 07/12/2015 às 14:50

Simon Lau leva smørrebrød para o Mercado Mundi

O chef dinamarquês vai ministrar uma verdadeira aula show sobre a sua gastronomia contemporânea que mescla receitas nórdicas com ingredientes do cerrado

 

No dia 6 de dezembro o chef Simon Lau vai participar do Mercado Mundi em Brasília! O premiado cozinheiro dinamarquês vai ministrar uma verdadeira aula show sobre a sua gastronomia contemporânea que mescla receitas nórdicas com ingredientes do cerrado. Simon vai ensinar duas preparações de um dos pratos mais típicos da Dinamarca, o smørrebrød. "O sanduíche aberto feito tradicionalmente com pão preto e variadas coberturas é onde a Dinamarca mais se expressa gastronomicamente, sendo inclusive conhecido como Prato Nacional", explica Simon.

 

Nas mãos do chef do Aquavit, o smørrebrød ganhou versões exclusivas. Além da técnica utilizada por Simon, os ingredientes brasileiros, principalmente os do cerrado, proporcionaram sabores únicos ao prato. Durante o Mercado Mundi, o dinamarquês vai ensinar como preparar duas receitas de smørrebrød. A primeira será a do smørrebrød de boeuf tartar e guariroba, um dos preferidos de Simon. "Um bom smørrebrød tem que ser apreciado primeiro com os olhos e esse de bouef tartar é lindo", conta o dinamarquês. Nesta preparação, a combinação da carne com a guariroba (palmito amargo típico do cerrado) é única. O tartar é feito de filet mignon e servido no pão preto com manteiga, além da guariroba e da gema de ovo orgânico. Decorado com caviar e alcaparras, é finalizado com flor de sal e pimenta do reino. "Uma explosão de sabores", diz. A segunda receita ensinada pelo chef será a do smørrebrød de batata com maionese de tucupi, cebola frita e flores de jambú.

 

Divulgação

Chef Simon Lau

 

O sanduíche aberto típico dinamarquês é a nova aposta do chef Simon Lau em seu estabelecimento recém-inaugurado no Jardim Botânico de Brasília: o Simon Lau Smørrebrød. Durante o dia, aos sábados e domingos, a cozinha do restaurante Aquavit transforma-se em uma venda de smørrebrød. A casa é a única no Brasil a se especializar nessa preparação. 

 

O prato remonta a época dos vikings na Dinamarca, e junto com a batata, no início da revolução industrial, o pão preto com gordura de porco vira a base da alimentação da nova classe operária. Logo ganhou popularidade e passou a ser apreciado por todas as classes sociais. Sua primeira versão foi bem simples, mas logo a receita ganhou opções mais elaboradas pelas mãos de grandes chefs. Nos anos 20 a Dinamarca ficou famosa pelo smørrebrød, que virou uma especialidade do país. 

 

A aula show do chef Simon Lau será realizada às 17h no Bloco Gastronomia, com capacidade para 40 pessoas. A entrada para o Mercado Mundi é franca e as Inscrições das atividades serão realizadas no local. Mais informações pelo site www.mercadomundi.com.

 


Saiba mais sobre o Mercado Mundi

O Mercado Mundi é um evento surpreendente e inovador voltado totalmente ao setor de alimentação, com uma programação intensa dedicada aos sabores nacionais e internacionais. O objetivo é proporcionar um momento único para que as empresas e fornecedores de gastronomia, profissionais do setor e o público possam descobrir as tendências e os novos conceitos em alimentação. O evento vai acontecer nos dias 4, 5 e 6 de dezembro no Centro Universitário IESB.


SIMON LAU NO MERCADO MUNDI
Data: 06/12
Horário: 17h
Local: Centro Universitário IESB
Entrada franca, inscrições no local
www.mercadomundi.com
 

Postado em 02/12/2015 às 09:42

News Gastrô

Navegue pelo nosso arquivo de edições

Preencha para se cadastrar:

  • Sou profissional da imprensa